Parceiros:

Manaus Hoteis

 

 

Parceiros:

 

 

 

 

 

3o Dia da TAC 2014

20/03/2014 TAC 2014 - Terceiro dia da expedição (Fotos: participantes da TAC).

 

 

Relato por Sérgio Holanda: No dia seguinte Bocca faz o papel de despertador e acorda todos com gritos e som alto, um verdadeiro fanfarrão, inigualável e igualmente gente de primeira qualidade. Preparamos para mais um dia de deslocamento, nosso objetivo era Serra do Sol e seguimos em frente, desafios, subidas e mais subidas, descidas e mais descidas, travessias de rios e igarapés e perto do meio dia o Wramgler de Afranio estava com um barulho de transmissão terrível, ou se intervinha ou teríamos um carro 4x2 naquele meio de mundo.

 

 

Enquanto nosso guia desmontava e organizava uma nova coifa para a transmissão, emprestada pelo gaúcho HC, outros se banhavam no igarapé, faziam almoço e jogavam conversa fora. Seguimos em frente, mas agora tínhamos o Vitara de Morales e seu filho sem alternador, precisando trocar a bateria após alguns trechos e ainda por cima por ser baixo encaixava em alguns facões, porém um carro extremamente valente e surpreendendo, como eles sempre disse que nos surpreenderíamos. Diulio com sua L200 Savana com pneus 31” encavalavam em alguns trechos precisando terminar a subida com o guincho, aliás aqui uma ressalva, Diulio o menos experiente do grupo, mas inscrito desde 2012 na TAC mostrou ser um grande piloto, embora toda vez se perguntava o que estava fazendo ali, sua esposa que o acompanha por vezes queria esgana-lo por estar ali.

Seguimos em frente, mas ainda faltavam 14km para Serra do Sol quando começou a escurecer e o Vitara sem energia consequentemente não teria luz para rodar a noite e após atravessarmos a lateral de um rio com muitas pedras e lama chegamos a um platô para montar acampamento, era nosso segundo acampamento na TAC, carninha assada, farnel em grupo e dormimos cedo, cansados, acampados a 1.200 metros de altitude no meio de um vale com ventos forte, que arrastavam as barracas, resultado um frio médio de 14 graus, dormi na rede, confesso que amo rede, mas foi complicado, uma calça comprida e um macacão presenteado por amigos do Papa Léguas jipe Clube, mais uma camisa e lençol, dormi ao vento, agasalhado, mas queixo batendo, porém o que mais atrapalhou meu sono, dessa vez não foi o ronco de Fileno, Léo e Afranio, verdadeiros motores dois tempos desregulado e  sim uma Lua tão iluminada que deixava a noite dia, aqui no meio do nada aquela Lua mais parecia um nascer do sol, fazia tempo que não via um céu tão limpo e tão bonito e tão longe de tudo. Mais uma vez contemplei o quanto valeu a pena estar aqui.

 

 

Apoio:

Diversom

 

 

 

 

Parceiros:

 

 


 

 

 


Últimas Notícias

Momentos TAC4x4

Loading images
loading
TAC200801 TAC200802 TAC201001 TAC201101 TAC201102 TAC201103 TAC201104 TAC201201

Desenvolvido por David Marcelino Solucoes em Internet.