Parceiros:

Manaus Hoteis

 

 

Parceiros:

 

 

 

 

 

4o Dia da TAC 2014

21/03/2014 TAC 2014 - Quarto dia da expedição (Fotos: participantes da TAC).


 

 

Relato por Sérgio Holanda: Acordamos cedo, claro Bocca não deixa ninguém dormir muito, preparamos os carros e seguimos em frente, mais erosões, subidas loucas, tobogã de carro e chegamos à Ladeira dos Marcos, descida louca, subidas impossíveis, beira de penhasco e todos tensos, pela primeira vez escutei Cowboy dizer que ficou tenso. Para alegrar, Gustavo reclamava querendo saber quem foi o desgraçado que deu uma cagada ao lado do carro de Meia, seu irmão, riso total a desconfiança era que o sacana foi Bocca ou Afranio.

 



Passamos as dificuldades e com uma visão fora do normal e finalmente chegamos a Serra do Sol, agora era ir às cachoeiras, no pé da Serra e tirar muitas fotos, aproveitar o máximo, afinal no dia seguinte teríamos dois dias de trilha para voltar, mesmo caminho desafios iguais ou maiores, afinal onde subimos iremos descer e onde déssemos iremos subir.

 



Serra do Sol: Beleza ímpar, não pelo fato de uma montanha ou de uma belíssima Savana, na verdade Serra do Sol é linda, mas a beleza de tudo é o trajeto é a aventura e o desafio contra a natureza e a possibilidade de dar tudo errado. Serra do Sol é única, é estar a noite acampado e as raposas chegarem junto, é ver aquela paisagem árida, mas com cachoeiras e córregos no meios das rochas, claro temos isso no Jalapão, na Serra das Mesas, Guimaraes ou Chapada Diamantina, mas nenhum desses locais passamos por tanta aventura, desde o momento que entramos na Venezuela e adentramos em uma reserva proibida e precisamos mentir para a Guarda Nacional onde iremos, policiais armados com metralhadoras, até o momento de vermos nossas vidas na mão de um veículo a 150 metros de altura onde um vacilo e nossas vidas se acabariam. Ir para Serra do Sol não é somente contemplar uma montanha e uma Savana com o Monte Roraima ao lado, mas poder dizer a todos “EU FUI” eu sobrevivi a essa grande aventura, fui com meu carro e voltei. Para alguns pode parecer bobagem, mas vir aqui é mais do que contemplar a natureza que Deus criou, é dar valor a vida e as pessoas que amamos, são seis dias longe de tudo e todos, sem comunicação, sem saber o que está acontecendo, tudo bem um celular via satélite, mas e ai, estaríamos desligados do mundo? Não, apenas um rastreador que mande mensagens para minha rede social dizendo a todos que estamos vivos e bem e só, nada de saber que dia da semana é o que está acontecendo lá fora, apenas vivenciando nosso mundo, nossos medos e nossas vitorias. Definitivamente isso aqui é mais uma grande aventura em minha vida e posso dizer fui a Serra do Sol e vou voltar!

A noite foi uma farra, no acampamento da Tapera tivemos algo inusitado, Bocca fazendo churrasco de picanha e levando pros gaúchos, que faziam macarrão, tudo bem que o macarrão que o Marcelo fez estava muito bom, olha que não sou de massa, mas estava muito bom, mas sabemos que o gaúchos são os reis do churrasco, mas passaram vergonha, comeram a picanha dos baianos. A noite correu de farra, alguns foram dormir cedo, cansados do dia, outros na farra, dois acampamentos em festa, já que os dos gaúchos fica 10 metros depois devido a organização dos carros e ficávamos passeando de um acampamento para o outro. De repente um dos participantes sai da barraca, abaixo o volume do som dos gaúchos e pede silencio para dormir, algo chato, até porque existiam vários lugares para armar a barraca e o vento não permitia levar som, segundo o participante, que conversei no outro dia, ele acordou meio desnorteado e fez aquilo impensadamente, lhe disse que duas palavras mudam um contexto ao nosso favor: “por favor” e “desculpe”. Ele pediu desculpas ao pessoal, que foram aceitas imediatamente e o clima chato se esvaiu e ainda gerou mais um motivo de zona da turma, mas essa história conto na próxima parte: Retorno da Serra do Sol.

 


 

Apoio:

Diversom

 

 

 

 

Parceiros:

 

 


 

 

 


Últimas Notícias

Momentos TAC4x4

Loading images
loading
TAC200801 TAC200802 TAC201001 TAC201101 TAC201102 TAC201103 TAC201104 TAC201201

Desenvolvido por David Marcelino Solucoes em Internet.